11/08/2014


E tudo isso, por entremeio a tantos textos, tantas palavras.. É tanto e tão pouco! Cada vírgula marca um suspiro. É tudo e nada, é como encontrar para todas essas palavras um abrigo para se sonhar, para lembrar.. Lembrar da saudade que não dói, que cansou de corroer a alma. Só traz a tona, em um piscar de olhos as melhores lembranças e recordações. Foram marcantes os bons momentos, e não faz mal o devolver ao pensamento se ele é repleto de amor.. De muito amor! E amor não faz mal! Engana-se ao pensar que é sofrimento, não, ele não padece o coração.. Não mais! Por vezes o esmigalha e o tortura, mas abrande-se.. É só esperar que ele se recompõe. O tempo cura! Corrigi qualquer fragmento confuso, qualquer moléstia. Aqui, em cada palavra há um sentimento, talvez dois, três. Porque é escrito com coração. Cada frase um desejo, uma fatia de lembranças e planos futuros, unindo-se mais e mais. Cada desejo uma história, cada letra um batimento, traduzindo, não meus sentimentos, tantas vezes confusos.. Mas um pouquinho de mim, um "pouquinho bastante".

Nenhum comentário:

Postar um comentário