06/03/2014

E eu, justamente eu. Que recheava a mente de palavras e versos tão bem formulados. Eu que tinha tanto a dizer, que gritava ao mundo o que me afligia - e o que me encantava também. Terrivelmente estou tentando e remando com todas a forças pra não me perder entre essas frases feitas e tolas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário