05/12/2013

Poderíamos ser um só. Talvez apenas por alguns poucos instantes, mas poderíamos. Instantes que sem dúvida alguma marcariam. Que me trariam tardes, noites e manhãs com você no pensamento, e apenas você. Mas nós não iremos ser, não escolhemos isso para o nosso destino. Os motivos seriam relevantes? Não sei. É tudo tão relativo. Sei que você continuara sendo apenas você por mais muitos meses e eu continuarei a ser eu também, da forma como estamos hoje. Os dias irão passar, assim como o calor invadirá ainda mais nossos dias. Mas, jamais os nossos corações que estarão afastados um do outro. E, depois de tudo o que nos restará serão as lembranças dos olhares tímidos e perdidos que trocávamos, memórias que nos aguçaram ainda mais a saudade - saudade do que não vivemos, mas que poderíamos ter vivido. Talvez, com a mudança de estação muitas coisas mudem. Amores vem e vão, e, de coração espero que você encontre alguém que lhe deseje bem da maneira que eu te desejei. Porém, de uma coisa eu nunca esquecerei, e realmente espero que você também não esqueça - de tudo que poderíamos ter vivido juntos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário